NESTA QUINTA-FEIRA (14/12) RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;  

RADAR 3 – RUA JOAQUIM RODRIGUES BRAVO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

O vereador Eduardo Brinquedos, aquele mesmo que divulga notícia em que participou de karaokê da comunidade japonesa e descarrega um caminhão de bobagens quando discursa na Câmara, disse algo que encafifou a coluna. Era uma tal carta anônima que foi distribuída aos 21 vereadores. Infelizmente, não pudemos estar presentes à sessão de ontem, quinta-feira, mas tentamos escarafunchar alguns detalhes para repassar aos nossos queridos leitores.

Conversas

A coluna conversou por telefone com alguns vereadores. Infelizmente, ainda não conseguimos a cópia da carta, mas pescamos alguns detalhes. Segundo informações, o sujeito, que não tem a coragem de assinar a carta, fala até de máfia.

Torre

Quem não se lembra da tal torre de papel? Aquela que o prefeito Paulo Altomani chegou a ter pesadelo. Só não teve coragem de sustentar aquilo que insinuou.

Altura

Segundo o que a Ácidas conseguiu apurar com alguns parlamentares, a carta fala de impressão de documentos e cartuchos de tinta. O gasto seria suficiente para levantar uma torre de papel de 110 metros. Algo que o prefeito escreveu em seu perfil no Facebook

Tranquilidade

A Câmara, desde a polêmica com Paulo Altomani, disse que está tranquila. Que as contas foram aprovadas pelo Tribunal de Contas e blá, blá, blá... Mas ontem, depois do pronunciamento do vereador Brinquedo, os nobres edis ficaram trancados na sala da presidência por mais de uma hora.

Contrariado

Um dos mais contrariados era o vereador Penha, que estava indignado com as insinuações. Mas que credibilidade dar a uma carta que não estava assinada? É algo para se pensar seriamente!

Discussão

Gente da alta cúpula do governo Altomani bateu boca em um tradicional boteco que serve café, no centro de São Carlos. Em voga, a questão da publicidade. O Senhor da Tosse quer mais. O integrante da alta cúpula começou a gritar: ISSO É ACHAQUE! Teve choro, vela e fita amarela. QUE TEATRO!

É o amor!

Quem frequenta o Paço Municipal costuma a encontrar todos os dias, em várias horas, o vereador Dé Alvim. Já o apelidaram de secretário sem mandato. Ué, mas o vereador não se afastou para cuidar da formalização do partido na região?

Novamente o Dudu

Alguns vereadores são indomáveis mesmo. Dudu Toy é um exemplo. Enquanto a Câmara pensava que o assunto interpelação de Airton Garcia era coisa do passado, o parlamentar íntimo dos brinquedos foi à Justiça e conseguiu um intento. Garcia terá de ir à Justiça para dizer. O dos Brinquedos é honesto! Pelo menos é isso que o vereador quer ouvir!

Pesos

A medida deixou o vereador Penha contrariado. O pedido dele foi indeferido pela Justiça. Ele até desabafou na sessão de ontem. Disse mais ou menos assim. Não dá para entender os dois pesos e duas medidas da Justiça.

Fu...

Tem gente que está doidinha para levar Marquinho Amaral ao São Carlos Music Festival. Tudo para filmar, fotografar e fu... com o vereador que socou a bota na destinação de R$ 300 mil ao evento. Será que Marquinho é tão sabe de nada inocente?

Empreguinho

Lá na Fesc, o céu é de brigadeiro. Funcionários de carreira estão super contentes com a exoneração de uma cidadã. É que o pai da moça,  usava a repartição pública como escritório. O sujeito não saía do telefone em ligações particulares pagas com o dinheiro público.

Tocaia

A moça que fez a gravação que derrubou Adriana Zabotto da Fesc deve ser promovida. Não na administração pública, mas numa empresa do centro. Vamos aguardar...

Desagravo

A coluna recebeu a informação que alguns tucanos insanos encanaram com a camisa vermelha do apresentador Carlinhos Lima durante o desfile de 4 de novembro. Um tapa na cara. No palco, Carlinhos Lima é um profissional impecável. Profissional com P maiúsculo. É por isso que essa administração é um lixo em alguns aspectos. Pela cambada de gente que pensa pequeno, mesquinhos que se apegam a coisas insignificantes. Carlinhos, estamos contigo e não abrimos!

Bom fina de semana

"Há momentos infelizes em que a solidão e o silêncio se tornam meios de liberdade". (Paul Valéry). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo