NESTA SEXTA-FEIRA (14/12/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - BAIRRO/CENTRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – AVENIDA GETÚLIO VARGAS OPOSTO AO GINÁSIO MILTON OLAIO FILHO - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 M/H.

 

 

O ex-presidente do SAAE, Eduardo Cotrim, que ficou calado durante toda a polêmica envolvendo a privatização ou concessão do Serviço de Água e Esgoto, finalmente falou. Em sua rede social, coube ao também presidente do PMDB decretar: Câmara enterra a privatização do SAAE. Lógico que muitos dos confrades de Cotrim não gostaram da atitude corajosa do político. O comentário é que um dos que não gostou nada do que leu foi o Barão.

Lindo

Cotrim, lindamente escreveu: "Os vereadores Marquinho Amaral, Lineu Navarro, Ronaldo Lopes, Roselei Françoso, Julio Cesar, Sérgio Rocha, Penha e Walcinyr Bragato explicitaram que jamais votarão a favor de qualquer proposta que envolva privatização ou concessão quer seja parcial ou total".

E segue

"Com isso ficou demonstrado que é impossível conseguir-se 14 votos, ou seja dois terços dos vereadores para modificar artigo da Lei Orgânica do Município, que proíbe a privatização do SAAE e a concessão dos seus serviços em São Carlos, pois (21 menos 08 igual 13) número maior que um terço, impedindo que se consiga os dois terços de votos necessários".

Peninha

Uma pena que na relação de nomes, o presidente do PMDB não escreveu nenhum nome do seu partido. Mesmo assim, parabéns pela coragem.

Não

Outra pessoa que se posicionou contrariamente à privatização do SAAE foi o ex-presidente da autarquia, André Fiorentino, que se posicionou contra à privatização.

Espumando

Espumando de raiva está mesmo o Barão. Atrás de sua mesa de madeira maciça, o clima não é dos melhores nesta data. Talvez, hoje, ele mande o seu exército minúsculo de acéfalos escreverem bobagens a respeito deste colunista, como aconteceu em outras ocasiões. Pena que não repercutiu.

Boatos ou fatos?

Os vereadores que se posicionaram contra à privatização podem sofrer com a onda de boatos. Alguns deles já estão instalados na praça.

Batata quente

Pelo que se deu para perceber durante os discursos é que a batata assou para quatro pessoas de São Carlos – físicas e jurídicas. O vereador Eduardo Brinquedos, que segundo o servidor Pedrão, classificou os funcionários como produtos, recebeu o recado do funcionário: "Somos seres humanos".

Batata quente II

O vereador Freire, que segundo o mesmo servidor Pedrão, insinuou que os servidores são vagabundos recebeu a resposta. "Em 99,9% dos dias o senhor abre a torneira e recebe água limpa. Quando dá a descarga no banheiro, o esgoto não cai no hall da sala porque existem funcionários que trabalham 12 a 13 horas por dia".

Estímulo

O valente Sérgio Pepino agradeceu ao jornal Primeira Página e à Rádio Intersom por falaram de vazamentos. Pois foi com esse vigor das denúncias é que os servidores se empenharam para reduzir os índices para menos de 80.

E o prefeito?

O prefeito Altomani, que insiste nessa história de concessão, agora do esgoto, que fique bastante esperto. Veja só o que aconteceu em Itu, cidade que entregou a água para a privatização.

Fumo

A Prefeitura de Itu decretou na quinta-feira a intervenção na concessionária Águas de Itu. De acordo com o Decreto Municipal nº 2.336/2015, assinado pelo prefeito Antonio Tuíze, a intervenção terá prazo de 180 dias (seis meses) e foi necessária após "sucessivos descumprimentos de obrigações contratuais" por parte da empresa que é responsável pelos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na cidade.

Interventor

Durante o período de intervenção, a gestão da concessionária caberá exclusivamente ao interventor. Em coletiva, o prefeito de Itu afirmou que a medida só foi tomada após se esgotarem todas as formas amigáveis de se chegar a um acordo com a empresa, principalmente na questão das obras da adutora Mombaça e na questão do reajuste no valor da tarifa.

Mais fumo

A concessionária vem descumprindo o contrato e não executou os investimentos previstos, além da não entrega de diversas obras e desobediência quanto à aplicação do reajuste na tarifa de água, que prejudicou os consumidores.

Medidas

Três medidas serão tomadas com a intervenção municipal sobre a concessionária. São elas: Auditoria na concessionária, que tem por objetivo verificar se a arrecadação tarifária tem sido convertida em investimentos no sistema público de água e esgoto

Mais

Providências para assegurar a conclusão das obras de captação de água nos córregos Mombaça e Pau D'Alho e providências para garantir que as contas de água e esgoto não sejam emitidas com reajuste superior ao autorizado pelo decreto municipal. Caso haja descumprimento os consumidores deverão ser ressarcidos.

Pergunta

É isso que queremos para São Carlos? Servidores. Segue uma recomendação com base no livro de Mateus 26: 41 "Orai e vigiai para não cairdes em tentação". A tentação aparece em 2016, ano político. Vão financiar muita gente, com o compromisso de entregarem o SAAE em caso de eleição. Todo o cuidado é pouco, inclusive em quer votar.

Perdeu a chence hein...

O ex-vereador e candidato a comentarista de rádio, Azuaite Martins de França, perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado na última quinta-feira no final do Intersom Debates ao dizer que não sabia como se encontra a situação financeira do SAAE. Azuaite a gente te ajuda. É só entrar no site do SAAE, tem tudo lá ok?

Isso ninguém divulga né?

Tivemos acesso a um pequeno relatório elaborado pelo SAAE que contém um breve histórico de vazamentos de água na cidade entre 01 de janeiro de 2015 até a última quarta-feira. No primeiro dia do ano havia na autarquia cerca de 550 vazamentos registrados. No último dia 10, havia apenas pouco mais de 80 vazamentos.

Isso ninguém divulga né? II

Que entre os dias 01 e 9 de junho a média de entrada de reclamações de vazamentos era de 16,86 e que a média de execuções dos serviços foi de 16,44 casos solucionados. Que neste mesmo período dos vazamentos reclamados a maioria era nas calçadas, isto é nas ligações da rede com o imóvel e não na rede mestre?

Isso ninguém divulga né? III

Que ultimamente, graças a boa gestão de Sérgio Pepino e equipe o SAAE esta mais eficiente, que diminuiu o desperdício de água de 53% para 40%, que aumentou as equipes de rua de 5 para 8 e que os consertos que chegavam a demorar até 60 dias para serem executados, hoje são realizados em até no máximo 72 horas?

Isso ninguém divulga né? IV

Que até o exterminador de vazamentos de São Carlos, Nelsinho Pereira Ramos está ficando com depressão pois a vários dias não encontra vazamento de água nessa cidade! (Palavras dele próprio na sua rede social)

Isso ninguém divulga né? V

Pois é, boa parte da imprensa da cidade omite ou não tem interesse em divulgar dados positivos do SAAE. Porque será?

Até semana que vem

A frustração dos incompetentes é criticar os competentes e perceber que não adiantou nada, pois ninguém o leva sério...Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo