Imprimir esta página

O governo Altomani acerta em algumas áreas paisagísticas da cidade, apesar de encher de azul por todos os cantos (Também cor da bandeira de São Carlos, diga-se de passagem).  Ao mesmo tempo que faz algumas revitalizações consideradas bonitas, faz caca ao encher as rotatórias de faixas publicitárias. Está um verdadeiro lixo, a rotatória da Praça Itália. Tem evento – o tal do Prato da Casa, que já acabou e a faixa fica atrapalhando a visão dos motoristas e deixando feia uma das portas de entrada de São Carlos.

Mais exemplos

A rotatória do Jesuíno de Arruda, na Vila Prado, (foto) é outro exemplo e têm muitos outros. Com tantos meios de comunicação, a Prefeitura retrocede ao fazer publicidade com faixas. A publicidade em faixa é necessária sim, porém é preciso cautela para não exagerar na dose.

Consequências

A coluna apurou que as faixas são o único meio de publicidade disponível na Prefeitura, já que o contrato com a agência venceu e a grana simplesmente acabou.

Prejuízos

A campanha Refis, da Secretaria de Fazenda, é uma das prejudicadas. A Prefeitura, que estimava arrecadar R$ 6 milhões dos caloteiros, não arrecadou R$ 1 milhão. E a campanha termina em agosto. O secretário Poianas não esconde o descontentamento com seu "parça", o secretário Arantes.

Mais preju

Outra secretaria que sofre com a falta de publicidade é a Saúde. Os casos de dengue estão chegando aos 400 e as campanhas informativas, com folders e outras coisas, não estão nas ruas.

No lombo

A Prohab levou um carreirão do Tribunal de Contas do Estado. É que existe um sistema chamado Aduesp, em que as Prefeituras, autarquias e empresas de economia mista, como é o caso da Prohab, informam on line tudo o que acontece no que se refere a licitações, compras e outros procedimentos.

No lombo II

O sistema facilita o monitoramento da auditoria do Tribunal de Contas, mas no caso da Prohab, o mesmo não é alimentado com informações.

Diz o TCE

(...)"Não são falhas formais porque frustram a atividade fiscalizatória desta Casa, configurando, ainda, ofensa aos princípios de transparência"(...)

Diz mais

(...)"Por tais motivos, falhas da espécie NÃO SERÃO MAIS TOLERADAS (está escrito desse jeito no despacho do TCE) incorrendo o responsável pelas violações, em graduadas penas de multa"(...). Com a palavra, o diretor administrativo e financeiro da Prohab, Senhor Galvão! Mauro Moraes, bote ordem na casa também!

Chabu

Outra bucha do TCE contra a Prefeitura diz respeito a uma licitação para o transporte de pacientes, de quase cinco milhões de reais. A empresa MG Aranda contestou o processo.

Alegações

A empresa informou que o envelope contendo documentação da empresa e proposta de preços foi indevidamente rejeitado; o pregoeiro, na ocasião, sustentou que o prazo havia se encerrado. No entanto, o edital não falava nada disso. Vale lembrar que essa licitação saiu de pouco mais de um milhão para quase cinco milhões. Vai dar pano...

Não falamos?

O grupo do vereador Paraná fechou com Airton Garcia e deixou Ulisses Sales chupando o dedo. #prontofalei

Búzios

A coluna consultou um jornalista especializado em política, que comentou o seguinte sobre essa união: "Para o Paraná é mais fácil se aliar a um candidato com grande potencial de votos no Aracy e dizer pra todo mundo que seu apoio rendeu 10 mil, 15 mil votos do que pedir votos a um ilustre desconhecido. Paraná se capitaliza bem mais politicamente ao lado do empresário".

Flashback

Vale lembrar que Paraná vê o governo Altomani com outros olhos. Ele trocou de oculista!

Velório?

Tem gente da situação que aposta em clima de velório, nos próximos dias, em determinado comitê político. Vamos aguardar.

Assédio

Marquinho Amaral, como sempre, deu mais um excelente entrevista à imprensa. Desta vez foi na DBC FM. Ele contou mais um caso de assédio moral na Prefeitura e envolveu o simpático Caromano.

Assédio II

Caromano foi convidado a prestar serviços à Câmara de São Carlos, mas o prefeito não o liberou porque o servidor, supostamente, era simpatizante do PT. Vai rolar mais um assédio moral, que infelizmente recai sobre o bolso do contribuinte.

Até quando?

Até quando a trupe tucana vai ficar com essa perseguição barata a funcionários de carreira e a integrantes da imprensa? Está na hora de um basta, senhor prefeito!

Mais um #prontofalei

Ivan Lucas não vai para a Secretaria de Comunicação. Seus padrinhos políticos avaliaram que é melhor ficar quieto onde está.

Impar ou par...

Pois é internautas e não é que o pessoal (operacional é claro) lá da garagem, todas as manhãs tem de tirar impar ou par para ver quem consegue sair com um dos veículos da frota, ainda em condições de rodar. Tá quase tudo quebrado.

Impar ou par...II

Os veículos que não estão com problemas estão a serviço dos chefes e diretores. A situação é tão crítica que o pessoal se dividiu em três turnos, para poder fazer alguma coisa. Manhã, tarde e noite.

Impar ou par... III

Se a situação do pessoal da garagem está assim, na saúde está pior. Um servidor nos disse: "Lá na garagem eles ainda tem condições de tirar impar ou par e nós que nem isso temos condições já que tudo aqui está quebrado".

Impar ou par IV

Voltando na garagem a informação é de que nem lugar tem mais para guardar os veículos oficiais que estão quebrados e sem manutenção. Isso é uma vergonha.

Desvio de função

Chegou ao conhecimento da coluna de que na CEMEI "Maria Lúcia Aparecida Marrara" lá na Santa Felícia, está ocorrendo desvio de função.  Servente de merendeira que deveria estar ajudando a preparar a alimentação das crianças, está sendo obrigada a ajudar a faxineira de uma empresa terceirizada a limpar a escola toda. Isso não pode e o Sindspam já foi comunicado.

Falando neles

O Sindspam realizou na noite desta quinta-feira (17) uma reunião com servidores e membros da comissão permanente, para afazer um balanço de como estão as condições de trabalho da categoria após o término da greve.

Falando neles II

Lamentavelmente as condições de trabalho não mudaram muita coisa não. Continuam os casos de assédio, perseguições e é claro falta de condições. Os diretores do sindicado e os membros da comissão tomaram uma decisão, eles irão fazer um levantamento juntos as repartições para depois elaborarem um documento e protocolar uma ação na Justiça. Visitas serão realizadas nas repartições para fazer esse levantamento.

Ação

O que seria mais uma ação contra essa Administração, diante de tantas que já foram impetradas na Justiça? Prefeito, prefeito, abre o olho...No final a bomba explode só para um e esse um é o senhor. São Carlos já assistiu essa novela antes e teve até prefeito preso em Rio Claro. Quem avisa, amigo é.

Mera coincidência

Um paciente chega na Unidade Básica de Saúde e consegue uma consulta. No consultório o médico pergunta: "O que você tem meu rapaz?"O paciente responde: "Sinto falta de ar doutor"

O médico: Só isso! Oras aqui nessa UBS falta médico, falta remédio, falta papel higiênico, medicamento, verbas, ..."

( O SCDN alerta: Qualquer semelhança com UBS de nossa cidade é mera coincidência). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.