NESTA SEXTA-FEIRA (15/12) RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA LOURENÇO INNOCENTINI (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA DOUTOR MARINO DA COSTA TERRA (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;  

RADAR 3 – RUA DOUTOR MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

Esta coluna prestou bastante atenção às palavras do comunicador Carlinhos Lima no último sábado ao entrevistar os moradores Sem-Teto do Antenor Garcia, destacando que a falta de moradias para um grupo de pessoas não é problema exclusivo deste governo. Concordamos com o locutor, porque de fato não era. Mas, quando se chega à reintegração de posse, e se depara com mães desesperadas por não terem um abrigo ou terem que enfrentar o constrangimento de ficar na casa de um parente, a história muda de figura e chega-se à seguinte conclusão: para governar uma cidade, é preciso deixar de olhar para o retrovisor. É preciso concentrar-se nas coisas do presente.

Atitude

A retirada de grande parte das crianças da ocupação dos Sem-Teto foi prudente. Mas algumas cenas chocam qualquer ser humano, com mínimo de bom senso. Enquanto um trator destruía um dos barracos, o pai falava para o filho aos prantos: é, filho, o sonho acabou!

Tato

O secretário José Carlos Corrêa acompanhou todo o movimento de desocupação do Antenor Garcia, mas a Assistência Social deixou a desejar. Duas assistentes chegaram ao local por volta das 9h, enquanto isso muitas famílias estavam desorientadas.

Tato II

No entendimento da coluna, desde as primeiras horas, era necessária a presença de assistentes sociais e integrantes da Prohab para orientar essas famílias. A Prohab sequer apareceu no local.

Triste

O triste é saber que o combativo Galvão, que no passado denunciava os desmandos no Aracy, e que hoje ocupa um cargo de confiança na Prohab, não apareceu na desocupação.

Registro

Militantes do PSOL, PSTU e movimentos sociais acompanharam a reintegração de posse no Antenor Garcia. Nenhum vereador apareceu no local, apenas o assessor do vereador Lineu Navarro, Serginho Sanchez.

Mudanças

Mais um conflito à vista. É que a Prefeitura quer mudar a estrutura de cargos do Orçamento Participativo. O OP, comandado pelo Solidariedade, está fulo da vida. Pode vir 'pauladas' da turma do Dé.

Paulada

É que está na Câmara um projeto que altera a estruturação administrativa de alguns departamentos da Prefeitura. As coordenadorias, inclusive a do Orçamento Participativo, passariam ao comando da Secretaria de Governo, assim como as administrações regionais, que hoje são subordinadas ao gabinete do prefeito.

Cortes

Nessa estruturação, por exemplo, o OP perderia quatro cargos. O prefeito queria passar o projeto na sessão de ontem, mas Marquinho disse não porque no entendimento dele, os vereadores precisam ser consultados antes.

Fito

Zé do Mato quer criar a Semana Municipal de Fitoterapia. Esse Zé já foi melhor...

Recordando

Lembram-se do terreno do Santa Maria, que teve um cancelamento de R$ 5 milhões em IPTU? E os gastos do Carnaval de São Carlos? A semana promete ser quente no Ministério Público. Se bobear, até advogado de carreira do serviço público terá de se explicar pro homem da capa preta.

Bronca

O presidente da Câmara, Marquinho Amaral, socou a bota, e com razão, na NET pelos péssimos serviços prestados à comunidade, que paga muito caro por isso.

Bronca II

Na rede social, Marquinho disse que não realizou audiência pública sobre o assunto porque a gerência da NET São Carlos prometeu a correção das falhas, o que não aconteceu.

Boicote

Marquinho, como sempre polêmico, disse que fará um grande movimento de boicote à operadora.

Desmoronou

O nosso estimado Barão descobriu as falcatruas do Canalista (mistura de canalha e jornalista) que acabou tomando um baita pito com direito a casca e sem vaselina. Existem certas pessoas que usam emails falsos para denegrir imagens de ex-colegas, este canalista desta vez, se f... É pouco.

Nada

E a sindicância que apurou supostas irregularidades no fornecimento de 8 mil quilos de carne e 65 mil pães à merenda escolar não deu em nada. O problema é que os fornecedores estão sem receber. O Ministério Público ainda aguarda documentos da Prefeitura para dar sequência às investigações para, depois, para os fornecedores. Ou seja: vai longe.

Nada II

Não é preciso ser nenhum Nostradamus para prever que a CPI dos uniformes, não vai dar em nada.

Manobra

Falando nessa CPI o  PT queria a relatoria e a presidência da mesma. Não conseguiu. A situação é esmagadora. Agora os vermelhinhos estão vigilantes quanto ao andamento das investigações.

Filosofia de para-choque

"Se pinga fosse fortificante o brasileiro seria um gigante". Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo