Av. Comendador Alfredo Maffei
(sentido Bairro/Centro)
60 km/h
Av. Comendador Alfredo Maffei
(sentido Centro/Bairro)
60 km/h
Av. Getúlio Vargas
(sentido Centro/Rodovia)
60 km/h

A Prefeitura de São Carlos e o Polícia Militar apresentaram na manhã desta quarta-feira (17), à imprensa, o novo processo de videomonitoramento com a instalação de câmera embarcada com software OCR (Optical Character Recognition), sistema de videomonitoramento pelo qual é possível conciliar tecnologia e inteligência aos indicadores de criminalidade.

No total foram instaladas sete câmeras com software OCR, um investimento que será pago pela Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Transporte e Trânsito.

O comandante do 38º Batalhão da Polícia Militar de São Carlos, Tenente Coronel Alexandre Wellington de Souza, explicou ao prefeito Airton Garcia, que fez questão de ir conhecer o sistema, já instalado no radar fixo da avenida Getúlio Vargas, que ao passar pela câmera de fiscalização, a placa do veículo é fotografada, registrando-a em um banco de dados de imagens com data, hora, possibilitando um gerenciamento mais eficaz. “Com a instalação da câmera OCR qualquer veículo que passar pelo radar e estiver no banco de dados da PRODESP (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), com ocorrência de roubo ou furto, será disparado eletronicamente um alerta para a viatura mais próxima. O monitoramento facilitará o trabalho de logística e deslocamento das viaturas”, ressaltou o comandante.

Segundo Coca Ferraz, como o município já gerencia o sistema de radar, foi necessário somente uma adaptação. “Solicitamos que a empresa que já presta serviço para o município na operação dos radares, incluísse no sistema essa tecnologia. É um serviço fundamental e importante para o município, já que possibilita uma ação imediata da PM”, comentou o secretário de Transporte e Trânsito.

O diretor de Política Institucional da Secretaria de Governo, Samir Gardini, salientou que é importante que a pessoa que tiver o seu veiculo roubado registre a ocorrência imediatamente. “O sistema somente será acionado e emitirá o alerta para Polícia Militar se os dados do veículo estiverem registrados na PRODESP”.

Gardini, disse, ainda, que esse é um dos projetos que a Prefeitura está desenvolvendo em parceria com a Polícia Militar. “Também vamos implantar Centro Integrado de Monitoramento e Inteligência (CIMI)”.

“Sempre que a Prefeitura tiver condições vai contribuir com a Polícia Militar. Com esse sistema a apreensão do veículo poderá ser muito mais rápida, bem como a rendição dos passageiros ou outra medida que se julgar necessária por parte da Polícia. São Carlos é a primeira cidade a operar na região de Ribeirão Preto com esse tipo de sistema na área urbana”, finalizou o prefeito Airton Garcia.

Além de integrantes da imprensa local, o comandante da Guarda Municipal, Michael Yabuki e o representante do deputado federal Lobbe Neto, assessor parlamentar Paulo Melo, também estiveram no local para acompanhar o funcionamento do novo sistema.



Comentário(s) 

+3
cesar | 19 Maio 2017
Lindo, mas tapar os buracos nada, precisa avisar os ladrões para eles passarem no radar. Tudo mentira, só vai aumentar as multas, esperar o que desses patetas. kkkk