Av. Trabalhador São-Carlense
(sentido Centro/Bairro)
60 km/h
Av. Trabalhador São-Carlense
(sentido Bairro/Centro)
60 km/h
Rua Joaquim Rodrigues Bravo
(Centro/Bairro)
50 km/h

O vereador Marquinho Amaral promete arrumar dor de cabeça (ainda mais) para o prefeito Paulo Altomani. E ele arrumou um parceiro bem encarniçado: o advogado Luís Luppi, que adora uma polêmica. Marquinho vai questionar no Ministério Público os pagamentos da Prefeitura à empresa de consultoria do Sr. Hashimoto, que ficou conhecido como Japonês de Campo Limpo. Ao que parece, a empresa não executou serviços à Prefeitura.

Fora da lei

Marquinho e Luppi acrescentaram na Ação Popular, que deve ser protocolada ainda esta semana, várias situações que elevam o quadro da empresa à situação suspeita.

Fora da lei II

Eles questionam os atos administrativos finais, inclusive assinatura de contrato que teria ocorrido no período de festas natalinas, momento em que a maioria das empresas encerram suas atividades. Vale lembrar que essa mesma manobra foi praticada na questão dos uniformes escolares, cuja licitação aconteceu em 5 de janeiro.

Só para lembrar...

A situação envolvendo Marquinho e Hashimoto virou caso de polícia e até um inquérito foi aberto na Polícia Civil. O vereador, pelo jeito, não vai dar descanso ao japonês.

as declarações de Marquinho

Entrevista

Em entrevista ao programa Hora do Leite, que é transmitido pela TV São Carlos, o jornalista Leite arranca declarações contundentes do vereador Marquinho Amaral. Em um primeiro trecho, o vereador chama o prefeito Altomani de leviano e ingrato e não descarta a possibilidade de mudar de partido.

a entrevista

Fechando a porta

João Muller, que se autodeclara político desempregado a partir de 31 de janeiro de 2015, quando encerra o mandato de Newton Lima como deputado federal, deve fechar as portas do PMDB no seu retorno à política.

Fechando a porta II

Lideranças históricas do PMDB entendem que Muller cuspiu no prato de comeu, uma vez que ele surgiu como político através da sigla. Nesta semana, o futuro político desempregado vazou uma informação de que a Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda poderia perder quase R$ 2 milhões em convênios com o Ministério do Trabalho e Emprego por falta de prestação de contas da pasta comandada por Hilário Apolinário de Oliveira.

Corre-corre

Hilário foi à imprensa justificar que o erro não era da Prefeitura, mas sim da empresa que terceiriza funcionários. Segundo Hilário, a empresa não forneceu a documentação necessária para a liberação dos recursos.

Desabafo

As lideranças do PMDB entendem que se João Muller pretende ingressar na carreira jornalística, precisa primeiro enfocar o princípio básico da profissão, que é ouvir os dois lados da informação.

Por falar em jornalismo...

O secretário de Comunicação, Moisés Rocha, fará uma reunião com os sites de São Carlos, no auditório do Paço.

Assuntos

Na pauta de discussão com a imprensa, que acontece na quinta-feira (15), o secretário vai explicar como está o processo licitatório para o investimento de R$ 7 milhões em publicidade e dirá que não vai deixar órfãos aqueles que participarem do encontro.

Mais do encontro

Ele também falará que agências de publicidade de São Carlos estão mancomunadas em melar o processo licitatório. Sinceramente, não acreditamos na postura das agências e muito menos que o secretário falará isso abertamente à imprensa. Mas na Padaria da Carlos Botelho já surgiu um papo neste sentido, ou estamos errados?

Flashback

Quem lê sempre esta coluna sabe que existia um processo licitatório da publicidade prontinho, elaborado por dois funcionários de carreira seríssimos da Prefeitura, mas que foi engavetado por forças ocultas.

Boleirão

Os dirigentes do São Carlos deram por falta de credenciais de acesso à Copa São Paulo de Futebol Júnior. Como não apareceram as credenciais e muito menos os culpados pelo sumiço, um dos diretores teve uma ideia: resgatar as imagens do circuito interno da sala da diretoria.

Surpresa

Para a surpresa de todos, surgiram imagens de um ex-integrante do primeiro escalão de governos anteriores com as credenciais. Na cara dura, o sujeito pegou os documentos.

Surpresa II

Os diretores ligaram para o cara, que na maior cara de pau disse que pegou as identificações por engano. Agora, se o cara faz isso com pedaços de papel, imaginem com outras coisas...

Jornalismo bipolar

São Carlos é a cidade a contemplada. Tem o jornalista bipolar, aquele que acorda falando mal do Altomani e vai dormir rasgando elogios ao alcaide. Para ele, lembramos a música do saudoso Chacrinha: Maria Sapatão, Sapatão, Sapatão/ de dia é Maria, de noite é João...

O nosso Japonês

Nosso secretário de Trânsito Celso Higashi está empenhado em fazer profundas alterações lá na rua General Osório, após a linha do trem. Não sabemos ao certo o que quer fazer, mas sabemos que dias atrás ele foi até o prédio dos Correios ali existente para verificar a possibilidade de trocar aquele muro "histórico" do prédio onde no passado foi a serralheria Giongo por alambrados.

O nosso Japonês II

Higashi foi informado pelos responsáveis da agência que tal modificação não poderia ser realizada pois todo aquele conjunto de prédios (Correios, estacionamento e um estabelecimento comercial) não poderia sofrer alterações, pois os mesmos são preservados. Puxa vida, ninguém avisou o Higashi?

Nos bares da vida

É esse mundo é muito redondo. Dias atrás em um barzinho da cidade houve um "estranhamento" entre o ex-secretário de Altomani e o dono de uma rádio, que também dança conforme a música e muda de opinião em todo momento. Segundo nossos colaboradores que estava em uma mesa próxima, faltou pouco para o ex integrante do Governo, partir pra cima do empresário que bateu em seu ombro e falou mais uma de suas várias bobagens. Um pouco mais calmo e refeito esse ex-integrante só jogou na roda o assunto sobre malas. O empresário se calou rapidinho...

Política é dinâmica

O prefeito Paulo Altomani neste final de semana caprichou, foi no Aracy, visitou eleitores, simpatizantes, obras, etc..., etc...etc...Como sempre ele postou diversas fotos no Facebook. De todas as fotos, uma chamou atenção.

Política é dinâmica II

O abraço fraterno entre o vereador Dé Alvim (SDD) e o Diretor Administrativo da PROHAB, José Luiz Galvão. Inimigos "quase" que mortais em um passado não tão longe, agora estão juntos no Governo. Essa política...

Inté

Bom depois das férias "forçadas" que tivemos, estamos retornando neste ano de 2015 que promete ser empolgante no campo político. Estaremos atentos a "quase" tudo para informar nossos queridos leitores. Até sexta. Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo