Rua Lourenço Innocentini
(sentido Centro/Bairro)
50 km/h
Rua Lourenço Innocentini
(sentido Bairro/Centro)
50 km/h
Rua Padre Teixeira
(sentido Centro/Bairro)
50 km/h

Semana passada, o Diário Oficial do Município publicou a exoneração da irmã do vereador Maurício Ortega da Fundação Educacional São Carlos (FESC). Essas exonerações geraram de uma representação à Promotoria de Justiça para investigar os casos de nepotismo na Administração Pública.

Por que polêmica?

O caso é apurado pelo promotor Luiz Carlos Santos Oliveira, que recomendou as exonerações. Caso isso não ocorra no prazo estabelecido pela Justiça, será gerada uma Ação Civil Pública.

Mas por que a polêmica?

Nos bastidores, há a informação que não há dois pesos e duas medidas nas exonerações. A irmã de Maurício foi exonerada, mas esperava-se que nessas exonerações estivesse a esposa do vereador Ditinho Matheus, que ocupa um cargo de direção.

Queda de braço

A informação que a coluna obteve é que há uma força política tremenda para que a esposa de Ditinho não seja exonerada. Vale lembrar que a esposa do vereador é funcionária pública concursada, mas ocupa um cargo de confiança. Essa força tremenda teria feito com que o presidente da Fesc não tomasse tal atitude, mas isso pode trazer sérias consequências e desgaste político ao prefeito Paulo Altomani.

Voltando aos tópicos anteriores...

Vocês se lembram que o promotor, no primeiro momento, recomendou a exoneração. Se não exonerarem, ele pode promover uma ação civil pública. Então, que tal cumprir a determinação do MP! #ficaadica

Recordar

A Fesc tem sido alvo de problemas para a administração pública. Quem não se lembra dos casos de assédio moral? A Fundação teve de criar um canal de comunicação dos casos de assédio moral.

Recordar II

A criação deste canal foi uma determinação do Ministério Público do Trabalho da 15º Região de Araraquara no Termo de Ajustamento e Conduta (TAC) assinado pela FESC.

Recordar III

A ação que gerou esse TAC teve início em maio do ano passado, servidores da FESC denunciaram um servidor de carreira que hoje ocupa cargo em comissão, de assédio moral. Outras questões foram também denunciadas como falta de condições de trabalho, falta de uma CIPA e descumprimento de acordo coletivo. Acho que está na hora do professor Nelsão acordar, viu!

Desabafo

Na última terça-feira, no Programa Carlinhos Lima, houve a participação de um ouvinte assíduo do Leite, da Rádio Realidade. Ao ser questionado sobre a ausência do comunicador da outra emissora, o ouvinte desabafou: "quando o diabo quer voltar ao poder, é fogo". Quem seria o diabo? E que poder é esse?

Por falar em Leite...

O filho do Leite, Kaike, é um talento nato. Veja

a história, em desenho, das demissões de Paulo Melo e José Carlos, da Secretaria de Comunicação.

Paradas

A coluna está de olho em duas obras, que foram anunciadas e depois pararam: as arquibancadas do Luisão e a ponte da Antônio Rodrigues Cajado. Esta última, por exemplo, não tinha ninguém na obra na última terça-feira pela manhã. Talvez já estivessem na expectativa do jogo do Brasil e Alemanha.

Ixtranho

Dias atrás, o jornal Primeira Página anunciou a venda da área da CBT, em Ibaté, para a empresa ASA Alumínio. A empresa negou a compra. A área é do empresário Airton Garcia, mas vale lembrar que o ex-prefeito Parrella, na época da tão falada compra, disse que as dívidas da área eram muito grandes e que o empresário não havia comprado nada.

Ixtranho II

Se comprou ou não comprou pouco importa. O problema é que o terreno está parado e poderia gerar muitos empregos à região.

Alemanha 7 x 1 Brasil

Vergonha. Pra eles jogadores e comissão técnica, não para nós povo brasileiro.

Irritados

Já tem internauta irritado com a campanha política que apenas está começando. Dias desses um xingou tudo quanto é político porque "eles" estão invadindo as redes sociais.O pior disso tudo que para chegar em outubro ainda temos dois meses...

Tchau

O Fred está tão parado nessa Copa do Mundo, que se chover na hora do jogo ele vira um foco de dengue. Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo