Av. Getúlio Vargas
(sentido Centro/Rodovia)
60 km/h
Av. Getúlio Vargas
(sentido Rodovia/Centro)
60 km/h
Av. Comendador Alfredo Maffei
(sentido Centro/Bairro)
60 km/h

Fatos estranhos estão acontecendo neste começo de administração Paulo Altomani, em particular na Defesa Civil. Essa semana, em plena turbulência das chuvas, fomos surpreendidos com três viaturas – a Kombi, o Jipe e a S-10 da Defesa Civil – encostadas no pátio da Garagem Municipal. O que nos chama a atenção é a que as três viaturas estavam em pleno funcionamento até o dia 31 de dezembro. Será que as três quebraram ao mesmo tempo? Segundo informações apuradas pela coluna, as viaturas apresentam pequenos problemas, que não impedem o uso delas. Ou seja, estão tentando jogar nas costas do PT um suposto sucateamento da Defesa Civil.

Ausência de competência

A Defesa Civil é estratégica nesse período das chuvas, auxilia órgãos como Corpo de Bombeiros e Polícia Militar e precisa de uma reestruturação urgente, o que não pode ocorrer é encostar as viaturas e ficar bradando aos quatro cantos que o órgão está sucateado.

Aliás...

A coluna está levantando a história de uma ONG que retirou equipamentos da Defesa Civil num passado não tão distante e deixou material radioativo na antiga sede do órgão, isso em fevereiro de 2005. Será que os atuais comandantes da Defesa se lembram disso?

Aliás II...

E tem ainda um "probleminha" que acabou indo parar no Tribunal de Contas (TC) do Estado de São Paulo lá em 2004 em relação a prestação de contas do repasse financeiro  da Prefeitura Municipal para esta mesma ONG.

Aliás III...

Em um despacho do Tribunal de Contas em março de 2009 o órgão fiscalizador do Estado "julgou irregular a aplicação do recurso repassado no valor de R$ 13.247,90, condenando (a referida ONG) à devolução aos cofres públicos dos recursos impugnados, de forma corrigida e atualizada." Se essa devolução foi feita não sabemos...

Velório

Os corredores da Câmara pareciam o velório municipal de São Carlos tamanho o número de viúvas do governo Barba que estavam presentes no prédio do Legislativo. O engraçado é que alguns vereadores fingiam não conhecer os indivíduos.

Revolta no quartel

A base de apoio ao governo Paulo Altomani está muito brava com o núcleo de articulação política dos tucanos, na pessoa do secretário Júlio Soldado. Um dos motivos da braveza é a demora na nomeação de alguns cargos ligados aos parlamentares.

No ninho tucano...

No ninho tucano, a história não é diferente. Segundo o apurado pela coluna, algumas nomeações acordadas entre o grupo não foram cumpridas. Uma delas é a assessoria de Relações Internacionais. Estava certa a nomeação de um antigo aliado de Lobbe Neto e, na última hora, deram o cargo para outra pessoa.

Ajeitando

A casta mais pura do PT já está se ajeitando por aí. A ex-secretária de Trânsito Regina Romão ocupa um cargo em Jundiaí. O ex-secretário de Serviços Públicos, Nivaldo Sigoli, que é funcionário de carreira, foi cedido ao Departamento de Águas e Energia Elétrica do governo de São Paulo, que possui escritório em São Carlos.

Tem mais

O ex-secretário de Fazenda, Paulo Almeida, está de malas prontas para Brasília para ocupar um cargo na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, que tem o ex-reitor da UFSCar, o são-carlense José Rubens Rebelatto no comando.

Com moral

O PSDB, quem diria, tem se aconselhado politicamente nada mais nada menos do que com Eduardo Cotrim, que até outro dia fazia parte do governo Barba. O PSDB tem se mostrado o mais do mesmo...

Questionando

Se hoje o SAAE está sucateado, conforme dizem os tucanos, o Cotrim não tem participação nisso?, afinal foi diretor da autarquia por um bom tempo.

Talarico

Quem anda ciscando por várias secretárias é o engenheiro Talarico. Candidato a vereador no último mandato pela coligação eleita, ele tem demonstrado que está de olho em vários lugares. Será que vai sobrar um cargo para ele ?

Paulo "Justus" Altomani

O prefeito Paulo Roberto Altomani viveu na segunda-feira (14) o seu momento de Roberto Justus. Exonerou de uma só vez 199 servidores municipais que ocupavam cargos de confiança.O fato negativo destas exonerações foi que os funcionários não foram avisados pelos seus secretários. Era só questão de comunicar e ser profissional não é mesmo?

Por hoje é só, até sexta. Envie suas críticas ou sugestões para a coluna no endereço eletrônico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo