Av. Morumbi
(sentido Centro/Bairro)
50 km/h
Av. Morumbi
(sentido Bairro/Centro)
50 km/h
Rua Cel. José Augusto de Oliveira Salles
(sentido Bairro/Centro)
50 km/h

Na última segunda-feira, houve um quiproquó entre a Rede de Postos Sewal e a Prefeitura de São Carlos. As viaturas da Guarda Municipal e do Samu sofreram problemas com o abastecimento. Segundo informações apuradas junto a pessoas ligadas ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, a Secretaria de Saúde precisou distribuir R$ 100 para cada viatura abastecer e não correr o risco de uma pane seca.

Imagine

Imagine só. Uma ambulância, em meio a um socorro de vítima, sofrer uma pane seca. E se o paciente entrasse em óbito? De quem seria a culpa? No mínimo, houve irresponsabilidade de quem não tratou do realinhamento de preços dos combustíveis, que provocaram o desabastecimento.

Razão

O diretor da Rede Sewal, Adolfo de Oliveira, disse, em entrevista do Notícias do Front, que a Prefeitura não fez o realinhamento dos preços e poderia sofrer um enorme prejuízo. Não é culpa do dono do posto, mas é bom lembrar que nos últimos meses, o preço dos combustíveis sofreu uma variação média de 40 centavos por litro. Imagine o tamanho do prejuízo...

Tato

Realmente, falta tato por parte da Prefeitura em solucionar essa situação. Enquanto isso, vai ter festa sertaneja em novembro. Vai bem!

Dívida

O vereador Roselei Françoso (Rede) trouxe um dado preocupante. São Carlos apresenta uma dívida de R$ 1,5 milhão no tratamento de dependentes químicos. Mas, o que isso importa: em novembro, tem festa country. "Em festa de rodeio/ não dá pra ficar parado/ tem cowboy e boiadeiro/ e mulher pra todo o lado". Santa mediocridade!

Queijo

Outro dado preocupante diz respeito à 'buracaiada' existente em São Carlos. Tem muito buraco na cidade. Como disse o vereador Roselei: "tem rua dentro de buraco"

O vereador Dé Alvim deixou a Câmara de São Carlos por 30 dias. Em seu lugar, assume Ademir de Oliveira, mas o parlamentar do Solidariedade não sai de bem de alguns integrantes do governo.

Infância

Comenta-se que o vereador Alvim tem bronca da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, Wiviane Spaziani. Pelo discurso dele, ontem na Câmara, a secretária teria jogado um balde de água fria nas pretensões do parlamentar assumir a Infância e Juventude. Até conversa com o juiz que cuida do assunto ocorreu.

Ônus

Como resultado, Dé Alvim disse que cobrará uma postura efetiva de trabalho social de Wiviane na Infância e Juventude a partir de agora.

Pergunta

Dé afirmou que vai cuidar das coisas do Solidariedade na região. Não era bem essa a sua pretensão, mas o parlamentar ficou refém de um acordo. A de abrir vaga para Ademir de Oliveira assumir uma cadeira no Legislativo. Com isso, Oliveira assinava a ficha do Solidariedade, como o fez.

Efeito

Wiviane teria "queimado o filme" do Dé, os ativistas do movimento da pessoa com deficiência também fizeram cobranças fortes quanto à nomeação de uma pessoa sem perfil para a pasta.

Bastidor

O vereador Penha revelou um bastidor interessante. Para o vereador, Dé disse que o prefeito queria queimar o filme do parlamentar ao indicá-lo para a secretaria. Dé desmentiu para não ficar mal com o alcaide.

Até sexta

Democracia é quando eu mando em você, ditadura é quando você manda em mim (Millôr Fernandes)



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo