Av. Trabalhador São-Carlense
(sentido Centro/Bairro)
60 km/h
Av. Trabalhador São-Carlense
(sentido Bairro/Centro)
60 km/h
Rua Joaquim Rodrigues Bravo
(Centro/Bairro)
50 km/h

A política é tão marota, ligeira e rasteira, que para acompanhar a sua dinâmica qualquer cidadão precisa de estômago e fígado bons. Esta coluna confessa: às vezes, as doses de Epocler ou Sonrisal não são suficientes. Ontem, foi um dia desses. Até outro dia, a Câmara posava de independente; ontem, o cenário mudou. E de uma forma dantesca.

O que aconteceu?

Os vereadores aprovaram a criação da Secretaria da Pessoa com Deficiência, uma nobre luta do vereador Penha – um dos melhores deste legislativo. Um projeto digno para discutir as políticas públicas para as pessoas com deficiência. Até aí, este foi o ponto alto da sessão, digno de elogios.

Ponto baixo

A Prefeitura de São Carlos, talvez pensando na sensibilidade do tema, botou canalhice no miolo do projeto. E colocou a criação do cargo diretor de Políticas Energéticas, a ser criado na Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia.

Desabafo

Sete vereadores se posicionaram contra a esta manobra suja: Cidinha do Oncológico, Ronaldo, Lineu e Roselei (PT), Marquinho Amaral (PSDB), Bragatto (PV) e o próprio Penha (PPS). Outros 11 votaram a favor.

O que está por trás?

A base voltou a ter harmonia com Altomani. E quem assume a batuta de maestro é o PMDB, que vai voltar a dominar a Secretaria de Esportes. Quem não for do time, vai cair fora da secretaria. Isso é fato consumado e questão de tempo para ser definido. Ratti deve ser o secretário mesmo.

O que está por trás? II

E o cargo de diretor de Políticas Energéticas? Deve ser ocupado por Kleber Luchesi, que foi retirado da diretoria de Planejamento, da Secretaria de Planejemento e Gestão. É que o secretário Douglas Marangoni exigiu, e com razão, gente do seu time.

Defesa

Para defender o projeto, o vereador Freire preferiu atacar o prefeito Oswaldo Barba, um dos homens mais sérios que passou pela administração pública de São Carlos.

Defesa II

Disse que na administração Barba tinha cargo para subir em árvore. Tenha dó, vereador! O senhor era da base de governo do Barba e tinha vários simpatizantes do seu mandato na administração. Menos, vereador! Menos!

Bate cabeça

Freire e Cidinha do Oncológico não se entenderam nos corredores da Câmara, ontem. O vereador propôs a CPI da Dengue. A vereadora propôs uma comissão de estudos para debater a dengue. Freire não gostou da movimentação da vereadora e a comissão deve ficar apenas no papel.

Verdades

Marquinho Amaral cobrou uma postura do governo Altomani. Que se cumpra a lei da ficha limpa na administração municipal, projeto do vereador Julio Cesar. Segundo Marquinho, o secretário de Ciência e Tecnologia, Luiz Antônio Panone, é ficha suja.

Por falar em Marquinho...

O vereador anunciou que a Rádio Universitária passará a ter um jornal das 8h às 9h, com a apresentação dos radialistas Kalil e Adão Geraldo. Adão, hoje, é assessor de Ronaldo Lopes.

Frente

O comentário de bastidor é que um grupo político tem interesse em ajudar o informativo, com o objetivo de combater o programa do Juquita. Será?

Falando nisso...

Outra novidade surgirá nos meios radiofônicos da cidade. O jornalista Jotinha Ribeiro, que também é colaborador da coluna Ácidas da Política, começa a partir de segunda-feira (04) a apresentar o programa, Patrulha 1400 na Clube AM das 7 às 8h30. Sucesso!

Tá tudo dispensado

Este site denunciou ontem (VEJA CLICANDO AQUI) e esta coluna ratifica: é uma palhaçada a questão da dispensa de licitação por causa da dengue. Na última terça-feira, o Diário Oficial publicou o extrato de contrato nº 25/15, que trata da contratação da empresa PSE – Prestação de Serviços Médicos e na Área de Saúde S/S Ltda. – EPP, para a realização de prestação de serviços nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de São Carlos.

O que acontecerá?

Serão disponibilizados nove médicos clínicos gerais e 10 enfermeiros para atuação nas três UPAs da cidade, pelo prazo de três meses. O que chama atenção é o valor do contrato, R$ 1.602,652,50, isto é R$ 534.217,33 por mês com esses 19 profissionais. O contrato foi assinado no dia 6 de abril, na modalidade de DISPENSA DE LICITAÇÃO. E ainda dizem que São Carlos não tem dinheiro. Ah, vão à m...!

Mais denúncias

O combativo Leandro World Dance voltou a denunciar mais um ato estapafúrdio do governo Altomani.

Resumo

Leandro, que é um vereador sem mandato, já que aqueles que foram eleitos pelo povo do Aracy viraram as costas, mostrou as condições precárias de um parquinho no Presidente Collor.

O que fizeram?

Em vez de consertarem o parquinho, a Prefeitura simplesmente passou o trator. Que tristeza!

Espertamente

Esta coluna escreveu na semana passada que as privatizações não são exclusividade tucana. E citamos os exemplos de Porto Ferreira, Matão e Jaú, prefeituras governadas pelo serviço de água, e que foram entregues à iniciativa privada.

Espertamente  II

Ontem, o vereador Dé Alvim usou a nossa deixa da coluna para criticar Lineu e o PT e para dizer que é a favor da concessão da água e não da privatização. Apesar da colocação desta coluna sobre o PT reafirmamos: somos contra à privatização. E ponto!

You ta de brincation uite me?

Falando em Dé, o vereador ontem brincou só pode né, dizendo que o a gestão de Sérgio Pepino frente ao comando do SAAE é desprepara. Vereador pelo visto o senhor definitivamente não sabe nada da transformação que ocorreu naquela autarquia.

You ta de brincation uite me? II

Já as transformações pela quais o senhor passou, são públicas e notórias né? Muda o discurso vai Dé.

Osso

Tem um cargo de confiança que não quer largar o osso lá no setor de processamento de multas. Segundo fontes da nossa CIAP (Central de Informações Ácidas da Política), cidadão peita diretor, secretario e até Guarda Municipal.

Osso II

Ninguém tira ele de lá, nem a carta do maestro Altomani, remanejando ele de setor, adiantou. Por que será?

Piada

O vereador Bragatto (PV), no alto da sua seriedade, contou uma piada no final da sessão da Câmara. Ele recebeu um requerimento cobrando a pavimentação de uma rua de São Carlos. A Prefeitura, como resposta, disse que encaminharia a demanda para o Orçamento Participativo. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!. Gente, a piada é tão boa que a gente não consegue escrever mais a coluna. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

Até quarta-feira (Feriado sexta né?)

Desculpe. Kkk. A gente também não consegue colocar o pensamento. kkkkk. A piada do Bragatto foi boa mesmo. Kkkkkkkkkkkkk! Fale conosco: kkk. Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. kkkkkkkk!



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo