Rua Cel. José Augusto de Oliveira Salles
(sentido Centro/Bairro)
50 km/h
Rua Cel. José Augusto de Oliveira Salles
(sentido Bairro/Centro)
50 km/h
Av. Morumbi
(sentido Centro/Bairro)
50 km/h

A entrevista de Sérgio Pepino, do SAAE, na rádio Intersom deixou algumas coisas bem claras  para esta pobre e humilde coluna. Primeiro, Pepino não teme a batuta do maestro Altomani, pois contraria o desejo do alcaide, que pretende conceder o serviço de água à iniciativa privada. Outro detalhe que chama a atenção é o serviço sujo, pior que esgoto, que está por trás da privatização, e que vamos comentar nos próximos tópicos.

Da inocência à sacanagem

Um segmento da imprensa – não toda a imprensa, pois este site é contra ao movimento de privatização, defende a ideia. E em quem eles encontraram o mote para voltar com força neste assunto? Nos protestos bem humorados.

Contra?

Que fique claro, o site não tem nada contra os protestos bem humorados, afinal eles denunciam a omissão do serviço público na execução das suas tarefas básicas, mas tem gente da imprensa e da própria Prefeitura estão adorando a sangria pela qual passa o SAAE.

Já falamos

Comentamos em colunas passadas que tem gente da Prefeitura aplaudindo os protestos. É por meio deles que a turma do poder pode justificar um acordo político com a iniciativa privada para conceder ou entregar o serviço público para uma grande empreiteira, que inclusive está envolvida no caso do Petrolão. O próprio delator do escândalo, Paulo Roberto Costa, confessou haver recebido, na Suíça, propina de R$ 59,8 milhões da empresa.

Isso mesmo

É isso mesmo, gente. Querem entregar o SAAE para uma empresa suspeita de corrupção e que pode estar envolvida no escândalo do PETROLÃO DA PETROBRAS E OPERAÇÃO LAVA JATO. Tudo isso a troco de milhões de reais, que muitas pessoas, inclusive já gastaram o graúdo dinheiro de propina.

E nós, da imprensa

Enquanto alguns da imprensa lutam contra essa barbárie, outros estão de olho nas oncinhas e garoupinhas que vão pingar na conta. Lamentável, lamentável.

Entrega

Na última semana, o prefeito Paulo Altomani foi à Intersom e agradeceu ao âncora Juquita por ter deixado de lado as perguntas picantes.

Catiripapo

Márcio Marino está de volta à Prefeitura. A nomeação está no Diário Oficial. Mas o retorno causou mal-estar em membros da administração.

Catiripapo II

Ao que consta, a secretária de Planejamento, Helena Antunes, ficou numa baita saia-justa. Mesmo porque foi o alcaide que a mandou demitir o secretário. Depois de aproximadamente dois meses, ele volta pela porta da frente. E a secretária? Fica com cara de pastel?

Catiripapo III

Reza a lenda que houve gritaria e discussão na noite de ontem, no Paço. Tudo por conta desta nomeação. Caramba

Personalidade

A volta de Marino tem vários significados. Primeiro, esse governo sofre de bipolaridade aguda. Segundo, a volta de Marino, Celso Higashi e Ney Vilella à administração demonstra que poucos estão interessados em tocar na banda do maestro Altomani. Ou seja, faltam quadros para este governo.

Terceiro...

Quem duvida que Julio Soldado estará de volta já, já a administração? Basta aguardar os próximos acontecimentos.

Trânsito

Esta semana recebemos uma carta de um leitor fazendo vários questionamentos em relação a arrecadação e o destino do dinheiro com as multas de trânsito que são aplicadas na cidade. O artigo 320 do Código de Trânsito Brasileiro diz, na integra: A receita arrecadada com a cobrança das multas de trânsito será aplicada, exclusivamente, em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.

Parágrafo único

O percentual de cinco por cento do valor das multas de trânsito arrecadadas será depositado, mensalmente, na conta de fundo de âmbito nacional destinado à segurança e educação de trânsito.

Trânsito II

Esta semana o SCDN publicou uma reportagem sobre os agentes de trânsito da cidade. A referida notícia disse que são 30 agentes na cidade. O leitor opina: "se cada um fizer 10 multas por dia, que na minha opinião deve ser pouco, temos 300 no dia. Levando em consideração que o valor das  multas é na grande maioria entre R$ 53,00 e R$ 198,00 temos um valor médio de R$ 125,00. Como os valores são aproximados vamos arredondar para R$100,00 cada uma. Temos ai um valor diário de R$30 mil.

Trânsito III

Voltando ao CTB, ela diz que a receita arrecadada será aplicada exclusivamente, em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito. Pois bem mas o que temos então na cidade?

Sinalização

A parte de faixas até que esta sendo realizada em alguns pontos mas as placas de sinalização em alguns pontos estão péssimas, são placas que foram colocadas há mais de 15 anos estão completamente apagadas, e placas importante como de sentido único, exemplo defronte a Multsport próximo a Escola Jesuino de arruda, a seta que indica direção sumiu (Essa é apenas uma).

Semáforos

Os semáforos de LED segundo informações são todos provenientes de contra partidas, ou seja, nenhum foi comprado com dinheiro da prefeitura, se foi não houve licitação. (Afirmação do leitor que nos enviou a carta)

Engenharia de tráfego

Que grande obra de engenharia de tráfego tivemos?  Ou será que o recape é considerado obra de engenharia de tráfego?

Educação para o Trânsito

A única coisa que vi até hoje foram duas ou três "blitz" na região central onde, amarelinhos e PM's paravam os veículos e faziam de forma oral orientações sobre cinto de segurança. Nas escolas, alguém já viu?

Estrutura

Com esse valor de arrecadação simbólico (R$30 mil) poderiam ser compradas umas quatro motos 125cc, por mês, e ainda sobra um pouco para o uniforme dos agentes.

Sendo assim pra encerrar

Obras não são feitas, sinalização não é renovada, não existem campanhas educativas, e os agentes reclamam que não tem material para trabalhar. Sendo assim podemos então recorrer ao artigo 315 do Código Penal:  Dar às verbas ou rendas públicas aplicação diversa da estabelecida em lei. Pena - detenção, de um a três meses, ou multa. Isso não seria mais um caso para o Ministério Público apurar tal situação?

Carnaval

A coluna tira uma folga na Quarta-feira de Cinzas. Retorna na sexta-feira. Tá bom? Bumbum ziriguidum, ziriguidum, ziriguidum...Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo