Av. Bruno Ruggiero Filho
(sentido Bairro/Shopping)
60 km/h
Av. Henrique Gregori
(sentido Bairro/Shopping)
60 km/h
Av. Henrique Gregori
(sentido Shopping/Bairro)
60 km/h

Chama a atenção o extrato de contrato 21/14 da Prefeitura de São Carlos que trata do aluguel de imóvel localizado na Avenida Sallum, Vila Prado, para o Ambulatório Médico de Especialidades (AME). A Prefeitura de São Carlos vai bancar R$ 15 mil para o pagamento do aluguel, que aliás, teve o contrato assinado em 18 de março de 2014, com vigência de 12 meses. Ah, para a assinatura do contrato houve dispensa de licitação, mas esse não é o principal ponto que queremos atingir.

Prosa

O prefeito Paulo Altomani alardeou para os quatro cantos que o aluguel seria bancado pelo governo do Estado, do senhor Geraldo Alckmin, mas pelo jeito não será.

Verso

Ora, pelo que essa humilde equipe conhece, se o Estado, de fato, bancasse o aluguel, não teria de ser feito um convênio entre Prefeitura e governo de São Paulo estabelecendo os repasses para o pagamento do aluguel? Esse convênio não deveria ser referendado pela Câmara de Vereadores? Ou será que estamos assistindo a uma mentira?

Se for mentira...

Já estamos checando essa história de AME porque se o AME vem para São Carlos, os recursos já devem estar garantidos no Orçamento Estadual. Estamos pesquisando e voltaremos ao assunto.

Chama a 'pulíça'!

Fato que ninguém abordou nessa cidade, mas que essa coluna traz à tona. Cometeram um grande furto na sede do Orçamento Participativo que fica na José Bonifácio. Até computadores e uma Kombi foram levados.

Chama a 'pulíça'! II

É uma pena porque na memória desses micros tinham projetos interessantes e revolucionários de participação popular. Mas temos certeza que o nobre Maurinho França está debruçado, trabalhando quase 24 horas por dia, para recuperar os projetos. Assim seja, amém!

Desistiu

Netto Donato desistiu de ser candidato a deputado estadual. Sem apoio do PTB, o moço ficou à deriva.

Articulação

Jurandir Ferrante, de Santa Eudóxia, teria fechado apoio a Ulisses Sales a deputado estadual. Jurandir, que hoje é ligado a Newton Lima, faz parte do acordão do deputado federal em ter vários deputados estaduais com apoio. Nesse acordão, podemos incluir o vereador Bragatto.

Articulação II

É por isso que Newtão fez nenhum esforço para o PT lançar deputado estadual. Para ele é mais interessante fazer acordos com Bizzarro, Sales, Bragatto e tantos outros. Aliás, com Sales Newton tem uma dívida, afinal o moço, no acordo fechado entre o PSD/PT para o apoio à reeleição de Barba, Ulisses seria o vice na chapa, mas Normando levou a melhor. E com Bragatto é a dívida de aliança melancia PT/PV

Balançou

São Carlos pode ser vítima de mais um escândalo em breve. Há uma investigação em curso que dá conta que um cargo de confiança do Trabalho e Renda estaria agenciando vagas no mercado de trabalho de São Carlos em nome de vereadores.

Balançou II

A denúncia, inclusive, foi feita por um cargo em comissão, inconformado com o tráfico de influência na secretaria. Esse cidadão foi impedido de voltar à secretaria.

Como funciona

O cidadão que vai em busca de emprego no balcão é orientado – ou digamos aliciado – a procurar um vereador que este intercederia por uma vaga no mercado de trabalho.

Bastidores

A situação é tão séria que circula pelos bastidores da política a possibilidade de uma troca de integrantes da pasta, que hoje é comandada por Hilário Apolinário (PMDB). Seria o próprio Hilário a bola da vez?

Sambalelê

O vereador Paraná deve promover uma ação popular questionando os valores gastos no Carnaval 2014, conforme noticiou a coluna de quarta-feira.

Sambalalá

Uma empresa de Rio Claro, a cidade do Japonesinho, lembram dele? Foi contratada por R$ 283 mil, incluindo a infraestrutura do evento. As mulatas do Sargentelli (ele morreu, mas as mulatas ainda fazem shows, não as mesmas, claro) levaram R$ 46 mil, Eliana de Lima R$ 45,5 mil Katinguelê R$ 55 mil, Os travessos R$ 44 mil e a Família Jair Rodrigues R$ 93 mil.

Em Hortolândia, a terra da Penitenciária...

Eliana de Lima cantou por R$ 15,8 mil, Katinguelê R$ 24 mil e Os Travessos R$ 24 mil. Detalhe: shows feitos no Carnaval de 2014.

Hiperfaturado?

O show da Eliana de Lima teve uma diferença entre as duas cidades de quase 200%, dos Travessos a diferença foi 83% e do Katinguelê quase 130%.

Soldado

Muitos falam mal dele, mas a cada dia notamos a melhora do secretário de Governo Júlio Soldado no tratamento das coisas da Prefeitura. O homem que não é maestro, regeu com maestria a reunião com os servidores, sindicato e vereadores, ocorrida na quinta-feira no paço municipal, para tratar do reajuste dos servidores.

Soldado II

Com uma paciência que "não lhe era peculiar", Soldado ouviu todo mundo e se comprometeu em fazer um estudo com toda a equipe para tentar melhorar o reajuste. A prefeitura ofereceu 0,16% de aumento real. Outro detalhe: Soldado garantiu que o Sindspam irá participar das discussões no Orçamento do ano que vem. Essa era uma promessa do prefeito que até o momento não foi cumprido.

O Maestro

Enquanto Soldado se virava nos 30 com os servidores, o prefeito Paulo Altomani (O Maestro), em entrevista a rádio Universitária FM, dizia que não tinha como dar um aumento real maior que o 0,16% oferecido e pior e que já havia determinado sua equipe a oferecer 10% de reajuste no tíquete dos servidores.

O Maestro II

Só que na reunião que ocorria no Paço, ninguém sabia dessa decisão do prefeito. Bem com o Altomani poderia aprender a lidar com as coisas da prefeitura assim como está fazendo Julio Soldado. A primeira dica prefeito. Fale menos, 60% que o senhor enfrenta no Governo é por causa das suas declarações desastrosas na imprensa. Fica a dica.

Barrado no baile

Quem frequenta a Câmara já percebeu que houve a troca das duas recepcionistas que ficam na portaria. Só quem faz um tempinho que já ocorreu essa troca, elas até já acostumaram com o pessoal da imprensa que tem livre acesso na casa.

Barrado no baile II

Mas essa semana aconteceu um caso pitoresco. O protagonista foi o vereador José Luís Rabello. Sumidão ele chegou na Câmara e já ia entrando direto, as meninas não o reconheceram e o barraram querendo saber onde ele iria. Foi aí que ele teria dito que era vereador na casa. Depois de tudo resolvido veio à justificativa. O vereador aparece tão pouco na Câmara que as meninas nem sabiam que ele era vereador. Cada uma hein...

Email

Depois das assembleias itinerantes realizadas pelo Sindspam em algumas repartições públicas, recebemos um email preocupante. De que chefes estariam pressionando os servidores públicos que estão ouvindo o sindicato. "Estão ligando nas Unidades de Saúde com  gritarias, grosserias e querendo saber porque os servidores pararam 10 minutos para ouvir o sindicato", diz o leitor no email. Se for verdade, nota zero para esses chefes e um aviso ao sindicato. Abra o olho moçada e cheque essa informação.

Hoje é sexta –feira

Frase de um anônimo, pescada na internet, e que não reflete a opinião da coluna: "Mal por mal, prefiro o de Alzheimer ao de Parkinson: é melhor esquecer de pagar a cerveja do que derrubar ela toda no chão". Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo